jusbrasil.com.br
29 de Março de 2020

Quais são as formas de bullying?

Entenda os oito tipos diferentes de bullying

Dr Fabiano Silva de Andrade, Advogado
há 4 anos

Começou essa semana a vigência que Institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying), Lei nº 13.185/2015.

A nova norma define o termo bullying como sendo "todo ato de violência física ou psicológica, intencional e repetitivo que ocorre sem motivação evidente, praticado por indivíduo ou grupo, contra uma ou mais pessoas, com o objetivo de intimidá-la ou agredi-la, causando dor e angústia à vítima, em uma relação de desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas." (art. 1º, § 1º).

http://www.youtube.com/embed/psieH5qBIpk

Veja o vídeo abaixo e entenda os oito tipos diferentes de bullying definidos na lei.

Aproveite e veja mais dicas em

https://www.facebook.com/doutorfabianoandrade

http://andrade-guardalini.jud.adv.br/

4 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Sou uma pessoa que já sofreu os oito tipos de Bullying na época da escola e ainda sofro (adulta). Cresci ouvindo que sou negra macaca; cabelo de bruxa; preta do inferno; favelada, que não podia brincar com outras crianças pela cor, entre outras frases que sinceramente para uma criança de 08 anos não é compreensível tanto ódio gratuito. O respeito ao próximo foi uma norma que minha mãe sempre me ensinou e eu via que nem todos eram ensinados da mesma forma por não respeitarem meu espaço. Hoje, estas normas estão sendo criadas para estancar uma fissura deixada pela falta de tempo e atenção que a nova estrutura familiar deixou nesta geração e o ensinamento de moral e ética ficou nas mãos apenas da escola e da sociedade que luta para que pessoas respeitem pessoas. Ao meu ver este é um princípio tão básico e tão compreensível que quando vejo alguém cometer bullying acredito que falta algo no ser daquele indivíduo. continuar lendo

Excelente comentário. Obrigado por compartilhar sua experiência. continuar lendo

O Bullying vem de casa, com toda a certeza.
No aniversário de minha filha, estavam todas as crianças no quarto dela e uma menina encontrou um presente recém recebido, jogado num canto estragado. Outra criança então "afirmou" - "Foi aquela negrinha" (Essa "negrinha" era a melhor amiga de minha filha). Minha filha então pegou o brinquedo e perguntou pensativa, sem entender o que ela quis dizer - "Negrinha? O que é negrinha?".
As crianças só repetem o que ouvem e veem. Como você Regiane, também sofri este tipo de agressão psicológica quando criança, simplesmente por meu cabelo ser encaracolado. Veja que nem precisei ter diferença de cor. Cresci cheia de complexos. Graças a Deus compreendi que é pura ignorância e hoje, amo meus cachos. continuar lendo

É um absurdo que em pleno 2016, ainda existam pessoas assim ! preconceituosas a esse ponto. Lamentável! continuar lendo